Diário de Bordo: Reveillón em Boiçucanga

Saímos novamente a caça de lugares novos para conhecer e demos de cara com a placa “Praia Brava”, entramos e na entrada da trilha, um monitor:
“A Trilha da Praia Brava faz parte de uma área sob proteção especial entre Maresias e Boiçucanga, onde a Serra do Juqueriquerê forma uma ponta que avança no mar, constituindo um importante corredor biológico.
Os ecossistemas variam, incluindo praia com mar fortemente ondulado, costões rochosos com vegetação adaptada a ventos fortes e alta salinidade, mata de encosta e de restinga. Pode se observar grande variedade de espécies de fauna e flora. Atrativos: banho de mar, cachoeira, surf, vista panorâmica, observação de mata de encosta e restinga.”

Nós: “Ok! Como é a trilha?”

Ele: “Trilha larga e de fácil acesso. Envolve subida íngreme. A única opção para percorrer a trilha é a pé. Única opção para percorrer a trilha: a pé e a caminhad dura 2 horas. ”

Nós: OI??????????????????? TCHAU!

Posso ter perdido a vista mais linda do mundo, mas nem por um balde de caralinhos amestrados eu saio da minha casa para fazer uma trilha de duas horas!

E, graças ao São Google, o Oráculo, pra não ficar na vontade:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s