E você se acha gostosa e durinha porque corre uma horinha pela praia? Ah, tá!

Anúncios

O susto

Numa sexta-feira passada aê, umas duas ou três, Lorinho e eu encerramos o dia com uma discussão daquelas boas… Cada um de bico, pra sua casa (quero ver sermos turrinhas quando não tiver outra casa pra ir, só a nossa)… No sábado seguinte, claaaro que eu não ia dar o braço a torcer e ligar pra ele, mesmo com o coração pedindo… Até que lá pelas 10h ele ligou. “Ahá!” pensei. Mas a graça acabou quando ele me disse que estava com ânsia, lado esquerdo dormente e dor no peito.

KAkareco nunca voou tanto. Resumo: hospital, Isordil *, Eletro, Exame de sangue. Diagnóstico: “Crise de angina **, rapaz. Taquicardia… tem que parar de beber e voltar a se mexer”.

E foi assim que a Libber passou a fazer parte de nossas vidas…. A malhação já está nos planos, visto que tem academia no condomínio… susto….

*Isordil® é um vasodilatador de ação direta sobre a musculatura vascular lisa, sendo utilizado em casos de angina do peito e insuficiência cardíaca.

** dor no peito devida ao baixo abastecimento de oxigénio (isquemia) ao músculo cardíaco; geralmente é devida à obstrução ou espasmos (contrações involuntária de um músculo, grupo de músculos ou órgão) das artérias coronárias (os vasos sanguíneos do coração).

Dodói, Neném…

Não sei porque insisto em ir ao médico após cinco temporadas de House e alumas reidências em ER…. meu zóio inchado não era terçol, mas – como eu temia – herpes ocular….

Há oito anos, um dia fui ao médico achando que tinha ‘cobreiro’ nos olhos e quando cheguei lá fui internada as pressas… segundo os médicos, eu poderia ficar cega a até morrer… sete dias em isolamento, meu primeiro aniversário do meu primeiro namoro sem comemoração, milhare de mls na aciclovir na veia…. experiência que me deu a certeza hoje: lá vamos nós outra vez ouvir aquela bobagem de ‘aonde você colocou o olho pra ter herpes nele????!!!!!’
No cu da sua mãe, inclusive.

Dessa vez o médico do São Luiz disse que não necessitava de internação… idade, imunidade ou preguiça dele, sei lá…. mandou passar aciclovir oftalmico, mas não achei em nenhuma farmácia…. estou tomando o comprimido, mesmo….

Antes que me perguntem…

Quando não tratada corretamente, a doença pode causar até a perda do olho – Durante o verão é muito comum o surgimento do herpes bucal, já que ficamos mais expostos ao sol, o que pode diminuir a imunidade. Entretanto, muitos não sabem que o vírus do herpes também pode se manifestar nos olhos e trazer conseqüências graves para a visão se não for tratado.
“Quando a ceratite herpética, ou herpes ocular, não é tratado, pode ocorrer diminuição da capacidade visual, opacificação da córnea, deixando o olho branco, e até mesmo, perda do globo ocular”, alerta o oftalmologista Marco Canto, diretor da Clínica Canto. Embora não seja muito conhecida e divulgada, até 5% das conjuntivites são, na verdade, causadas por vírus, entre eles a ceratite herpética. A transmissão desses vírus pode acontecer através do contato direto ou indireto com uma pessoa que está com alguma infecção aparente causada por eles. “O vírus também pode ser transmitido sexualmente, como no caso do herpes genital”, explica o oftalmologista.
Depois da contaminação, o vírus permanece sempre latente nos gânglios sensoriais da pessoa. “Fatores como infecções, febres, exposição solar demasiada, traumas, enfim, baixa imunidade, pode reativar o vírus, que migra através dos nervos para os tecidos, como lábios e córnea, caracterizando a infecção recorrente”, explica o oftalmologista. Os principais sintomas são: dor inicial seguida de desconforto, olho vermelho, perda da sensibilidade corneana e percepção visual além de muita sensibilidade à luz.

Tratamento e prevenção
A doença não tem cura, mas com tratamento adequado, as lesões causadas pelo vírus podem ser diminuídas. O tratamento inicia com antivirais tópicos e cuidados nos locais dos olhos e da pele acometidos pelas infecções. Caso haja agravamento da doença é necessário o uso de antivirais por via oral. “É fundamental o pronto reconhecimento e tratamento adequado para diminuir as lesões causadas. Quanto mais cedo o tratamento for instituído, melhores serão os resultados, entretanto, sempre há o risco da perda do globo ocular”, afirma o especialista.
Para quem já possui o vírus do herpes, não é possível prevenir a doença, mas, como lembra Marco Canto, os cuidados com a saúde, alimentação, exercícios físicos e bons hábitos de vida sempre diminuem a probabilidade da ocorrência. E caso ocorram o surgimento de quaisquer sintomas, é fundamental procurar um oftalmologista.

Amanhã tenho que estar boa para receber a gerência da Anvisa na Associação….

Bórafudê!

Da Isto É Gente

Data mundial criada na Inglaterra, o dia 31 de julho, Dia do Orgamos, tem o objetivo de manter acesa a discussão sobre a libido e as disfunções sexuais que afetam pessoas em todo o mundo

Parece estranha a idéia de um dia dedicado ao orgasmo. Por que a sociedade precisaria de uma data para lembrar tal estado de excitação? Alguns podem achar que sentimentos mundanos estão dominando discussões nacionais, ou que a mídia se rendeu ao marketing escrachado, incentivado por aqueles que querem lucrar com o problema alheio. Puro preconceito. O Dia do Orgasmo, em 31 de julho, é mais do que isso. É tempo para refletir: as pessoas estão fazendo sexo com menos qualidade e boa parte da população
não consegue sequer ter desejo sexual. Satisfação
sexual é sinal de qualidade de vida, respaldado pela Organização Mundial de Saúde.

O Dia Mundial do Orgasmo foi criado há quatro anos, na Inglaterra, por redes de sex shops. Pesquisas feitas por essas lojas revelaram que 80% das mulheres inglesas não atingem o clímax em suas relações. Em termos de insatisfação sexual, os brasileiros não ficam longe. A presença ostensiva de sexo na tevê sugere um povo versado e realizado sobre o assunto, fantasia esta, porém, que não condiz com a realidade. Estudo conduzido pelo Projeto de Sexualidade da USP (ProSex) detectou que 50% das brasileiras têm problemas com a ausência de desejo, falta de orgasmo, dificuldade de excitação ou dor durante a penetração – algumas delas têm mais de uma queixa. Um paradoxo num país com sexo tão presente no cotidiano. Os homens brasileiros também têm problemas. Cerca de 12 milhões deles sofrem de alguma disfunção sexual e é certo que a insatisfação nesta área sinaliza algum problema de saúde e contribui para conflitos do casal.

As pesquisas são respaldadas por investimentos da indús-
tria. O mercado que promete melhorar a vida sexual da população é imenso e se divide em setores que vão desde a mais antiga profissão do mundo às sex shops, psicoterapias e redes de motéis até a tecnologia dos laboratórios farmacêuticos. Hoje, brasileiros já contam com opções da medicina para o tratamento oral da disfunção erétil. Além do sildenafil, pioneiro no mercado, novos produtos, entre os quais o vardenafil e o tadalafil, prometem outras vantagens, tais como ação mais rápida e duradoura. Para as mulheres,
o orgasmo pode ser resgatado graças aos bons resultados com a bupropiona, antidepressivo que não inibe a libido e favorece o interesse sexual.

Esses medicamentos ajudam a minimizar os distúrbios, e transformam temas tabus, como impotência ou falta de
libido, em oportunidades para se tratar de temas de saúde.
O que não se deve, entretanto, é deixar para a indústria e seus eventuais lançamentos a responsabilidade da discussão. É preciso ecoar a mensagem de que a sexualidade de um povo reflete a sua saúde. Uma relação sexual malsucedida pode representar problemas como depressão, ansiedade, estresse, hipertensão, diabetes, doenças cardíacas, neurológicas ou endocrinológicas.

As pessoas têm o direito de fumar e não praticar exercícios, mas precisam saber que o fumo e o sedentarismo, da mesma forma que outros hábitos de vida não saudáveis, podem conduzir à disfunção sexual. No caso das mulheres, a falta de libido muitas vezes mascara problemas mais sérios, como a depressão. Mais de 50% dos casos de disfunção sexual feminina está associada ao quadro depressivo ou é conseqüência de efeito colateral de medicamentos.

A proposta do Dia do Orgasmo não tem como finalidade decretar mais um feriado, mas debater o assunto nas diversas esferas sociais. Isso inclui a instituição de educação sexual de qualidade nas escolas, mais consciência quanto ao uso de preservativos e mais esclarecimento sobre as causas da falta de desejo sexual e da disfunção erétil. Não há justificativa para a perpetuação de problemas que podem e devem ser resolvidos. E o principal remédio ainda é a discussão franca e isenta de preconceitos.

PNL – cuidados

Seu curso de PNL, seja ele o Practitioner ou algum vivencial, vai te fazer super bem. Você vai se sentir nas nuvens, forte, motivado, feliz, leve…. todos os seus problemas ficarão pequenos e você vai querer falar dos seus resultados com as pessoas que você ama, com as pessoas que você não ama, você vai querer falar dos seus resultados o tempo todo, o dia inteiro, pra todo mundo. Você vai querer arrastar todo mundo pra fazer o mesmo curso que você, e, vai se achar superior àqueles que não quiserem/puderem participar.
Você vai começar a dar aulas de pressupostos e de crenças, vai achar que o problema de todo mundo é fácil de resolver, que só rói unha quem quer e que quem reclama dos problemas é fraco.

Não que seja ruim você sair motivado, forte, firme, querendo ajudar todo mundo. Mas como bem disse a Fante, é como droga, vicia. Tem que tomar cuidado sim para que o excesso de confiança que as técnicas que você fez e/ou aprendeu não se transformem em excesso de empáfia. Você terá que usar muito os pressupostos ‘O Mapa Não é o Território” e “Respeito o Mapa dos Outros” se quiser ser visto como a pessoa legal que você ainda é, ou que se tornou. E mais uma vez: cuidado com a empáfia, com o orgulho. De nada adianta usar o seu conhecimento para se sentir superior.

Você pode ficar chato. E estou falando isso por conhecimento de causa, dos dois lados. Já trombei chatos que só falam disso, e também já fui a chata. Claro que sua chatice e insistência podem ajudar alguém, mas.. e se a pessoa apenas não quiser ser ajudada? Nunca se esqueça de que nem todo mundo vai entender ou achar bacana aquela âncora engraçadíssima que seu trainner colocou em você. Ele colocou EM VOCÊ, não nos outros. Como um ‘especialista em corpotamento’, tenho certeza de que você não vai querer que as pessoas se sintam mal por se sentirem excluídas dos seus assuntos. E isso vale para institutos diferentes.

No meu mapa, a Continumm é o melhor instituto de performance humana do Brasil. Foi lá que passei momentos maravilhosos. No mapa do Lorinho e do meu tio, por exemplo, a graça está no Instituto Você. Quem é Silva, acha o Arita, outros acham o Tadashi. E o Lair Ribeiro, então?
Quem é melhor? O Vilela , o Bento, o Arita, o Lair, o Tadashi? Acho que aqueles que trabalham com congruência, ecologia e vontade de ajudar o próximo (além de encher os bolsos de dinheiro, como lhes é de direito) são os melhores. E não adianta dizer pro Lorinho fazer o Practitioner do Vilela. Ele quer fazer o Practitioner do Bento e depooois, quem sabe, conhecer o Vilela. Respeite essa situação.

Cuidado sempre, com o excesso – seja ele qual for – e aproveite mesmo o seu treinamento.

Pressupostos básicos da PNL
Fonte: Livro – Introdução à Programação Neurolingüística J.O’Connor/J.Seymour

O mapa não é o território. Nossos mapas mentais do mundo não são o mundo. Reagimos aos nossos mapas em vez de reagir diretamente ao mundo. Mapas mentais, especialmente sensações e interpretações, podem ser atualizados com mais facilidade do que se pode mudar o mundo.

As experiências possuem uma estrutura. Nossos pensamentos e recordações possuem um padrão. Quando mudamos este padrão ou estrutura, nossa experiência muda automaticamente. Podemos neutralizar lembranças desagradáveis e enriquecer outras que nos serão úteis.

Se uma pessoa pode fazer algo, todos podem aprender a fazê-lo também. Podemos aprender como é o mapa mental de um grande realizador e fazê-lo nosso. Muita gente pensa que certas coisas são impossíveis, sem nunca ter se disposto a fazê-las. Faça de conta que tudo é possível. Se existir um limite físico ou ambiental, o mundo da experiência vai lhe mostrar isso.

Corpo e mente são partes do mesmo sistema. Nossos pensamentos afetam instantaneamente nossa tensão muscular, respiração e sensações. Estes, por sua vez, afetam nossos pensamentos. Quando aprendemos a mudar um deles, aprendemos a mudar o outro.

As pessoas já possuem todos os recursos de que necessitam. Imagens mentais, vozes interrores, sensações e sentimentos são os blocos básicos de construção de todos os nossos recursos mentais e físicos. Podemos usá-los para construir qualquer pensamento, sentimento ou habilidade que desejarmos, colocando-os depois nas nossas vidas onde quisermos ou mais precisarmos.

É impossível NÃO se comunicar. Estamos sempre nos comunicando, pelo menos não- verbalmente, e as palavras são quase sempre a parte menos importante. Um suspiro, sorriso ou olhar são formas de comunicação. Até nossos pensamentos são formas de nos comunicarmos conosco, e eles se revelam aos outros pelos nossos olhos, tons de voz, atitudes e movimentos corporais.

O significado da sua comunicação é a reação que você obtém. Os outros recebem o que dizemos e fazemos através dos seus mapas mentais do mundo. Quando alguém ouve algo diferente do que tivemos a intenção de dizer, esta é a nossa chance de observarmos que comunicação é o que se recebe. Observar como a nossa comunicação é recebida nos permite ajustá-la, para que da próxima vez ela possa ser mais clara.

Todo comportamento tem uma intenção positiva. Todos os comportamentos nocivos, prejudiciais ou mesmo impensados tiveram um propósito positivo originalmente. Gritar para ser reconhecido. Agredir para se defender. Esconder-se para se sentir mais seguro. Em vez de tolerar ou condenar essas ações, podemos separá-las da intenção positiva daquela pessoa para que seja possível acrescentar novas opções mais atualizadas e positivas a fim de satisfazer a mesma intenção.

As pessoas sempre fazem a melhor escolha disponível para elas. Cada um de nós tem a sua própria e única história. Através dela aprendemos o que querer e como querer, o que valorizar, e como valorizar, o que aprender e como aprender. Esta é a nossa experiência. A partir dela, devemos fazer todas as nossas opções, isto é, até que outras novas e melhores sejam acrescentadas.

Se o que você está fazendo não está funcionando, faça outra coisa. Faça qualquer coisa. Se você sempre faz o que sempre fez, você sempre conseguirá o que sempre conseguiu. Se você quer algo novo, faça algo novo, especialmente quando existem tantas alternativas.

PNL – introdução

Postei algumas fotos no orkut e tem algumas pessoas me perguntando o que é, como faz, por que fazer PNL. Por coincidência, estou escrevendo uma coluna chamada Desenvolvimento na revista da associação para qual trabalho. Meu tio voltou de um curso completamente apaixonado, meu noivo voltou ontem e também viciou. Sei como é essa euforia de início, e já pedi cuidado para que eles não fiquem xiitas, como eu fiquei por um tempo… Mas, meu blog tem aparecido em casa busca estranha, porque não aparecer pras pessoas que querem saber mais dessa maravilha que é a PNL>

Bom, pra começar…

A Programação Neurolinguistica (PNL) surgiu nos Estados Unidos na década de 70, criada – se é que podemos dizer assim – por Richard Bandler, um matemático e especialista em computadores, e por John Grinder, um lingüista especializado em Gramática. Os dois buscavam descobrir o funcionamento do cérebro e explicar quais eram as estratégias utilizadas por pessoas excelentes em suas atividades. Estavam dispostos a provar que se algo é possível para alguém, então é possível a todos. Podemos dizer que PNL é o estudo de como absorvemos, processamos e alteramos a realidade internamente, para atingir nossos objetivos.

Do site NLP Institute of Chicago: A PNL nos ensina a pensar sobre soluções. Constitui-se numa maneira única e atualizada de refletir sobre nosso mundo. Com a PNL, você pode aprender a influenciar a si próprio e a seus relacionamentos com os outros, e a ter o tipo de experiência de vida que você deseja. A PNL funciona na construção de soluções nos negócios, no ensino, na terapia e nas relações pessoais. Se você for alguém que deseja ir além da eficiência em seu trabalho e em sua vida pessoal, se você quiser não apenas ter sucesso, mas também atingir a uma evolução maior, então o treinamento em PNL pode ser para você. Cada um de nós é um milagre esperando para acontecer. A PNL oferece novos meios de convivência com os outros e com a gente mesmo, a fim de liberar o milagre que somos. Algumas pessoas usam suas habilidades em PNL para alcançar novos sucessos em suas carreiras. Outros, usam-nas para ajudar os outros a desenvolver seus potenciais. Mais importante ainda, com a PNL você desabrocha interiormente e cria relacionamentos mais ricos em sua vida. A PNL baseia-se na descoberta de exemplos de excelência e na compreensão da maneira como essas pessoas fazem o que fazem, de modo que nós outros possamos adotar esses modelos de excelência e usá-los em nossas próprias vidas. Com a PNL, você pode mudar seu pensamento, sentimentos, comportamento e, até mesmo, crenças, para criar mudança pessoal profunda, e para ajudar os outros a obterem mais recursos e se tornarem mais eficazes. O sucesso pessoal e profissional de cada um de nós depende da capacidade de nos comunicarmos eficazmente. Pais, terapeutas, consultores, médicos, educadores, gerentes, advogados, profissionais de vendas, treinadores, e outros que dependem da qualidade de sua comunicação, continuam a beneficiar-se do aprendizado da PNL.

Tive contato com a PNL sem saber, no meu primeiro emprego. Um cara bacana foi lá e nos mostrou o vídeo ‘sunscreem’, o famoso que anos depois, o Bial adaptou pro Fantástico. Isso é normal. As pessoas falam de PNL sem dizer que é PNL.

Depois disso, só fui voltar a dar de cara com a PNL há uns três/quatro anos. Uma pessoa com quem eu convivia já tinha contato com algumas coisas, foi fazer um curso e acabou me motivando a procurar o que era também. A PNL é, definitivamente, encantadora para quem se entrega a ela. Mas, como em tudo, é preciso ter cuidado e mais pra frente eu vou explicar porque.
Pois bem, quando entrei no curso de Practitioner – que é o primeiro nível de formação de PNL – eu já tinha contato com Louise Hay, conhecida como uma das fundadoras do conceito de “auto-ajuda” – denominação essa, aliás, que não em trás ojeriza nenhuma, ao contrário de muita gente. Já tinha lido o livro ‘Você Pode Curar Sua Vida’ e posso dizer que foi esse primeiro contato que realmente mudou a minha vida. Algumas pessoas, menos auto didatas do que eu, podem procurar treinamentos vivencias, de alto impacto. Acho válido, mas com cuidado, com indicação… a PNL abre seu cérebro e se eu fosse você não cometeria o erro de entregar minha máquina maravilhosa a qualquer um. Eu aliás, já fiz isso, e quase enlouqueci: isso é fato.

Bom, como intrução, está bom. Preciso voltar ao trabalho…. assim que der, vou contando mais.
Por enquanto, fique com um pouco de Louise Hay:

“Cada pensamento que temos cria nosso futuro.”

“O amor vem de onde menos se espera, quando não se está procurando por ele. Sair à procura do amor nunca resulta na chegada do parceiro certo. Só cria melancolia e infelicidade. O amor nunca está fora de nós, mas dentro de nós.”