Emplacando seu carro zero sem pagar o panetone do despachante

Você já está daquele jeito pensando no tamanho do carnê que só o seu carro zero vai te proporcionar. Aí, um vendedor vem e diz pra você: “Mais R$ 900 pra fazer os documentos, mais o valor do IPVA senhora”. Oi????! Aí você liga pro despachante amigo e ele diz: “Pra você que é amigo, fica R$ 500 + IPVA”. Amigo o cacete!

Se voc~e valoriza o seu dinheiro e resolver fazer pessoalmente, na saída da concessionária pede o ‘kit despachante’. Isto é: Cópia da Nota Fiscal do fabricante + 1ª via original da Nota Fiscal da revenda (concessionária, montadora), no anverso da nota deve ter o decalque legível do chassi.

Na sua casa você prepara a cópia do RG, CPF, ou C.N.H. (modelo atual), no caso de pessoa jurídica, apresentar o CNPJ e contrato social com firma reconhecida e a cópia do comprovante de residência emitido até 3 (três) meses imediatamente anteriores. Serve energia elétrica, água, gás, telefone, internet, IPTU, condomínio, extrato bancário, INSS, plano de saúde, mensalidade escolar, contrato de financiamento do veículo e contrato de locação. Põe na conta: + R$ 0,50 de xérox.

Põe o kit e essas cópias (e os originais que não custa nada) numa pastinha.

Daí você pega seu carro novo, sem placa, esnoba todo mundo no caminho e vai no Detran na Av. do Estado, 900. Pára no estacionamento ao lado do posto. Põe na conta: + R$ 10 o tempo que precisar = R$ 10,50 até agora. O valor da gasolina você abate pelo tesão de passear com seu carro novo pela cidade.

Pode ir o proprietário do veículo, ou procurador legal, através de procuração. Fica dispensada a procuração, quando comprovado o grau de parentesco, de: avós, pais, irmãos, filhos e cônjuges. Mas tem que levar a prova do parentesco.

No site do Detran, eles te dão um link para preencher o formulário RENAVAM. Eu não aconselho. É uma porra de um formulário difícil de preencher, cheio de ‘pegadinhas’, não tô querendo dizer que são intencionais… mas escreve aí: 90% de chance de você cagar no preenchimento.

Dica 1: Na porta do Detran tem umas pessoas que ficam na calçada e vendem os formulários. Você vai gastar R$ 10 pra pegar um desses, preenchido corretamente. E pode fazer sem medo porque essas pessoas estão lá há anos!

Põe na conta: + R$ 10 = R$ 20,50 e sem dor de cabeça.

Feito isso, você pode ir em qualquer um dos bancos relacionados pelo Detran e pagar a primeira taxa o serviço de lacração, utilizando-se do código 403-0, em favor da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, sendo o valor a ser recolhido de R$ 67,18 para atendimento nos postos.

Dica 2 : Eu paguei dentro do próprio Detran que é Banco do Brasil. Na quarta de cinzas não tinha fila, mas não sei como é em dias normais.

Põe na conta: + R$ 67,18 = R$ 87,68.

Depois disso, sobre no 2º andar e vá até o Setor de Classificação de Placas, para obter o número das placas. Você pode escolher o dia de rodízio. Não sei como funciona para escolher as placas bichas.

Feito isso, você volta ao primeiro andar, no DPVAT, para calcular o IPVA e seguro obrigatório do ano atual. Esse calculo é em média 4% do valor da nota fiscal, dividido por doze, multiplicado pelo número de meses restante no ano, a parti da data da sua nota. No caso, eu paguei 11/12 do 4%. Ufa. Pode dividir em tr~es vezes.

Com o valor, você volta no banco dentro do Detran e paga o IPVA, seguro obrigatório e a taxa de R$ 193,70 referente ao registro do veículo no banco.

Põe na conta (fora o IPVA): R$ + 93,00 + 193,70 + R$ 87,68 = R$ 374,38.

Vai na xérox que fica ao lado do posto (na esquina) e tira cópia do IPVA e seguro obrigatório, para juntar com a documentação acima. De posse desse comprovante, vooolta no Detran para protocolar os documentos na Seção do CRV.

Põe na conta: 0,50. = R$ 374,88

De resto, guarda todos os docs que sobrarm e três dias depois, você vai voltar no detran apenas para retirar os documentos. Só aí você vai em um dos postos (ou lá mesmo, se quiser) emplacar fisicamente, o carro.

Parece difícil, mas não é se você seguir os passos com atenção. Depois disso tudo, veja quanto vale o seu dinheiro e resolva como vai fazer seu emplacamento em SP.

Anúncios

A novidade

Eu tinha certeza de que, planejadora-preocupada-neurótica como sou, não conseguiria fazer nada efetivo da festa de casamento sem antes ter um teto habitável.

Pois bem: Passo um, dado. TEMOS UM AP! Minha casinha…. A ficha ainda não caiu e eu estou um pouco anestesiada… talvez quando começarem a cair os cheques da mobília eu acorde. Mas por enquanto, m deixa, que eu tô nas nuvens…

Primeira dança

Nos estados unidos é moda…. a gente já vou filmes no Youtube espalhados por aí… agora deu no fantástico e vai bombar….
Julia Boggio e o marido dançaram a música tema de Dirty Dancing no casamento. O vídeo foi postado no site YouTube para os amigos americanos de Julia assistirem. Em poucos dias, virou um hit. Hoje, soma mais de 6,5 milhões de visitas. A repercussão mudou a vida do casal e, em 2007, Julia conheceu e dançou com o astro do filme, Patrick Swayze (momento ‘tô morrendo de inveja’).

Se eu dissser o que eu queria dizer agora, ninguém vai acreditar… mas eu tenho testemunhas de que essa idéia já estava em nossas cabeças antes mesmo da morte de Patrick…. enfim…. o vídeo.

(I’ve Had) The Time Of My Life

Agora, eu tive as melhores horas da minha vida
Não, eu nunca me senti assim
Sim, eu juro é verdade
E devo isto a você

Pois esta é a chance de minha vida
E devo isto a você

Estou esperando há muito tempo
Agora finalmente encontrei alguém
Que fique ao meu lado
Vimos tudo bem claro
Ao sentir esta fantasia mágica
Agora com paixão nos olhos
Não há como disfarçar secretamente
Então nós damos as mãos
pois hoje entendemos a urgencia
Apenas lembre-se
Você é a única coisa da qual nunca me canso
Então fique sabendo
Isto pode ser amor porque

Eu tive as melhores horas da minha vida
Jamais me senti assim
Sim eu juro é verdade
E devo isto a você

Com meu corpo e alma
Eu te quero mais do que você jamais saberá
Por isso vamos nos soltar
Não tenha medo de perder o controle, não
Sim eu sei no que esta pensando
Quando diz
Fique comigo esta noite

Lembre-se apenas
É a única coisa da qual nunca me canso
Então fique sabendo
Isto pode ser amor porque

Eu tive as melhores horas da minha vida
Jamais me senti assim
Sim eu juro é verdade
E devo isto a você …

PS – Se eu aprendi a dançar ‘Backstreet’s Back’ sozinha aos 16 anos, essa coreografia vai ser molezinha!

Preparo do salão da festa do casamento – decoração com Feng Shui

do Ponto dos Noivos

Já vimos a importância que tem a festa de casamento em enviar aos noivos todas as boas energias para o início de sua vida de casados, com todas as transformações que isso traz. A alegria e a aprovação dos convidados são fundamentais para que a festa atinja sua finalidade.
O caminho para que isso ocorra parte da escolha das músicas, comidas e decoração que agrade todas as idades, como é o público que participa das festas.

Nossa atitude também é importante: após escolhermos o local, podemos visualizar o amor como uma luz rósea nos envolvendo e alimentando. Podemos ainda visualizar as pessoas que amamos da mesma forma.

O Feng Shui não interfere no gosto pessoal. Vamos aqui dar dicas do que é mais favorável:

Continuar lendo

Avisar aos convidados a data do casamento com antecedência virou moda

Uma das primeiras decisões que o casal precisa tomar antes de começar a planejar o casamento é marcar da data da união. Depois da data marcada, os noivos podem avisar a todos os amigos e convidados, mandando um cartão de Save the Date (em português significa “Reserve a data” ou “Guarde a data”).

O Save the Date é um aviso que os noivos enviam aos futuros convidados para que eles reservem na agenda aquela data e não assumam nenhum outro compromisso.

Além de ser uma forma diferente e original de informar a todos a data do casamento, o convidado pode se preparar com antecedência para o evento, principalmente aqueles que residem em lugares distantes.

– Como os convites formais costumam ser enviados com uma antecedência menor, o Save the Date permite que os convidados possam planejar melhor. Atualmente, além desta função, esse aviso é uma maneira criativa e divertida de começar a envolver as pessoas com o evento que irá acontecer – explicou a empresária Carol Biondi, da Santa Festa.

O Save the Date pode ser enviado virtualmente por e-mail ou impresso pelo Correio. Ele pode ser impresso em papel fotográfico com ímã, pode ser em formato de cartão-postal, marcador de páginas ou um singelo cartãozinho dentro de um envelope. “O Save the Date pode ser descontraído, mas deve seguir a mesma linha do convite e não deve chamar mais atenção do que ele”, lembrou Carol.

Segundo o publicitário Alexandre, da Casamento Personalizado, é importante que o aviso contenha a data do evento, o nome dos noivos, o local do evento – como a cidade e o estado – e frases do tipo “Reserve a data para o casamento de…” e “O convite será enviado a seguir”.

O Save the Date pode ser enviado de quatro a nove meses antes do casamento e precisa ser encomendado bem antes do convite oficial, na opinião da empresária Patrícia Schmitt, da Cards By Paty.

O envio do Save the Date não substitui a entrega do convite formal. O convite deve ser enviado mais próximo à data do casamento. (http://www.pontodosnoivos.com.br/index.php)

Casamentos pelo mundo, países e suas tradições matrimoniais

Conheça algumas tradições relativas ao casamento praticadas em diversas regiões do mundo. A tradição ainda é, ou o que era?

Africa do Sul – Os pais da noiva e do noivo transportam fogo, que simboliza o fogo que passa pelos seus corações, renovando a sua intensidade no coração dos recém-casados.

Chile – Quando há o pedido de casamento os noivos trocam alianças, as quais irão usar na mão direita até à cerimónia do casamento, altura em que serão trocadas para a mão esquerda.

China – Durante a cerimónia do casamento, o casal bebe vinho com mel de dois copos atados com uma fita vermelha (a cor do amor neste país).

Dinamarca – Com o objectivo de confundir os maus espíritos, os noivos trocam habitualmente as roupas um com o outro.

Egito – A família da noiva encarrega-se de cozinhar para os noivos durante a semana a seguir à cerimónia. Assim, o casal pode desfrutar melhor o início do casamento.

França – O casal faz habitualmente brindes num copo com duas peças, concebido especialmente para noivos.

Holanda – Como símbolo de fertilidade e de sorte, é plantado um pinheiro fora da casa dos recém-casados.

Indonésia – É comum serem convidadas mais de 1000 pessoas para o casamento. Os noivos cumprimentam individualmente cada um dos convidados, os quais formam uma longa fila.

Itália – É costume cortar-se a gravata no noivo em pequenos pedaços, os quais são comprados pelos convidados como forma de angariar dinheiro para a lua-de-mel.

Japão – Os noivos bebem 9 goles de saquê, tornando-se marido e mulher a partir do primeiro gole.

Marrocos – Com o objectivo de se purificarem, as mulheres marroquinas tomam um banho de leite antes da cerimónia do casamento.

Somália – Um homem pode ter até 4 esposas, desde que tenha condições de as sustentar. Por vezes, uma mulher é prometida mesmo antes do seu nascimento.

Sudão – São queimadas e deitadas fora 7 vassouras, simbolizando o abandono de qualquer mau hábito que possa pôr em causa o casamento.

Tailândia – Antes da cerimónia, o futuro casal prepara alimentos para os monges. Em compensação, estes irão abençoar os noivos.

Turquia – As amigas solteiras da noiva escrevem os seus nomes no interior dos sapatos desta. No final da cerimónia, aquela cujo nome estiver mais apagado será a próxima a casar.

Venezuela – Nas cerimônias tradicionais de casamento, as famílias dos noivos, e por vezes os próprios noivos, trocam entre si 13 moedas de ouro como símbolo de sorte e prosperidade.